29 outubro 2007

no fundo do mar

"Mar sonoro, mar sem fundo, mar sem fim,
A tua beleza aumenta quando estamos sós
E tão fundo intimamente a tua voz
Segue o mais secreto bailar do meu sonho,
Que momentos há em que eu suponho
Seres um milagre criado só para mim."

Sophia de Mello Breyner Andersen, in Dia do Mar

Anteontem fui correr junto ao rio. Sozinha. E ontem fui mergulhar. Já me tinha esquecido do sol visto lá de baixo, do silêncio e da paz. Mergulhar dá muito trabalho mas o mar... O mar vale sempre a pena.

6 comentários:

Luna disse...

que bem deve ter sabido! eu tb tenho saudades já nao mergulho + 2 anos.
bjos
Luna

rita disse...

Eu ontem tb mergulhei... num grandioso bolo de aniversário...lol

jinhus

Inesa disse...

Eu cá mergulhei no meu vício... compras!!! Não tenho emenda! O que vale é que já despachei alguns presentes de Natal. Se as luzes se acendem baixa em mim o espírito!

May disse...

Gostava muito, mas não me atrevo (problemas respiratórios).
Deve ser lindo, lindo. E tens razão, o mar vale a pena.

Sara MM disse...

ai fazes mergulho?! que giro! nós tb.. mas já estamos mal habituados.. agora so do mar vermelho para cima!!

(ou igual, ok... que o $ nao vai ser muito nos prox tempos :o/ ... mas lá ela nao vai, tenho medo - como os meus pais tinham por mim! :oP )

Bjss

Margarida Atheling disse...

Como te compreendo!
O mar vale mesmo sempre a pena! :)

Bjs!