03 março 2008

post para mim

É bom recordar-me, mesmo que seja por maus motivos, que não me arrependo do rumo académico e profissional que dei à minha vida. Isto porque (sempre e para sempre)

ODEIO NÚMEROS

E (sempre e para sempre)

ADORO PALAVRAS

E espero que as palavras voltem a ter mais peso em breve, porque eu não nasci mesmo para o vazio de sentido da contabilidade. Mesmo que continue pobrezinha até ao fim dos meus dias. Mesmo que nunca mais possa viajar o que me apetecer. Mesmo que não possa comprar livros cada vez que entro numa livraria. Mesmo que não possa ter quatro filhos como me apetecia.

5 comentários:

Manhã de Inverno disse...

Também eu os odeio e adoro palavras.

Beijos

Rita Amaral disse...

Eu tb partilho essa aversão aos números e o gosto pelas letras... Acho que fizeste uma boa escolha! ;-)

Inesa disse...

Sabes que o meu sentimento é praticamente o oposto!
Os números são tão mais simples. Ou são brancos ou são pretos. Sim ou sopas. Sem rodeios... quase como os homens!

Sonia&Mi disse...

:)))
tb sinto o mesmo!!!

Sara MM disse...

às vezes é preciso muita força para nos convencermops desses "mesmo que"... porque eles tb são tão importantes...
espero que consigas um "meio termo" :oP

(sim, porque eu quase trocava o que gosto para poder ter 4 filhos e entrar em livrarias!! (e bilheteiras) - a ver vamos...)

BJssssssssss