13 outubro 2009

63a, table 4 please

Acho que qualquer português tem curiosidade em saber se há alguma instituição no mundo que funcione pior que a Segurança Social da nossa pátria lusa. Bom, ainda não vi na Guatemala, no Malawi, ou noutros destinos improváveis, mas nos EUA é que não é. A Segurança Social aqui não tem polícias a acompanhar discretamente (?) as movimentações das famílias de etnia cigana que choram a gritam a não atribuição do Rendimento Mínimo de Inserção. Não demoramos 4 horas a ser atendidos para ficarmos a saber que o serviço de que precisamos é noutro local. Não, aqui há fotografias do Obama, muitos hispânicos, asiáticos e negros gigantescos que não cabem nos lugares sentados. Toda a gente se porta bem e, ao fim de 45 minutos, saímos de lá com o papel de que precisávamos. Assunto arrumado.

Não querendo ser injusta, também gostava de mencionar que os nossos serviços da Segurança Social online, esses sim, funcionam muito melhor. Portugal online, de resto, é melhor do que os EUA online com que tenho lidado.

3 comentários:

Vera disse...

olha, mas aqui em Mação nã demoramos muito, temos é que ir várias vezes para tratar um unico assunto e mal entras vem aquele cheiro a creolina... não dá mesmo para ficar muito tempo, lol.
Acreditas que nunca usei os serviços online?! Já tinha ouvido dizer que é bom e não tem aquele cheiro...

Sabes o que é creolina? é um desinfectante que tem um cheiro unico, do pior que possas imaginar, que fica nos cabelos só de passares num sitio onde usaram. É o desinfactante que usavam nos anos 60 nos correios em moçambique quando lá trabalhava a minha sogra e usam no séc. xxi em Mação, lol!!!

R disse...

Olá M,

Aqui é o Ricardo da SaraMM - apresentações feitas.

Como vai o vosso Gugas e futuro irmão(ã)?

O projecto (ou lá o que ele anda a fazer) está a correr bem?

Tenho aqui umas fotos da ida à Gulbenkian que vou pedir à Sara para te enviar por mail (se é que já não o fez).

O giro de mudar de pais é ser mesmo tudo (ou muita coisa) diferente do que aquilo a que estamos habituados. Se queres que te diga eu um dia também gostava de ter tomates para alterar a minha/nossa vida como vocés o fizeram. E certamente os US eram um dos países de eleição, já aí estivemos (California) e gostamos muito. Além de que San Francisco tem muitas semelhanças com Lisboa.

Ando a tentar convencer a Sara a ir a NY mas a pandemia da gripe A e a saúde da Sara não têm ajudado.

A Clara está óptima, hoje fez uma birra daquelas mesmo estridentes para não tomar banho, vá-se lá compreender os miúdos.

Isto da blogosfera torna o mundo muito pequeno.

Bjs e abraço aos homens aí de casa,
Ricardo

Nô Calaim disse...

Concordo!!

Queixamo-nos mas em Portugal as coisas vão funcionando.

EXEMPLOS MEUS: Quando dei aulas em Castelo de Vide, bem no interior, tinha que bater no vidro (como se bate a uma porta para ser atendida). Quanto ao sistema online, sempre obtive respostas (mas mais depressa para devolver prestações de desemprego dadas indevidamente, do que subsídio de desemprego). Quando vou na cidade, basta um sorriso, insistir ou usar a técnica do livro de reclamações, a malta safa-se.

BOA SORTE nos states.