11 março 2013

a casa dos meus sonhos

Nunca tinha experimentado isto de ter um sonho recorrente mas agora tem-me acontecido: sonho quase todas as noites com uma casa. Esta casa é a minha casa mas é diferente da realidade. Abrindo uma porta, subindo uma escada, virando uma esquina descubro que afinal é muito maior. Que tem janelas do chão ao tecto. Clarabóias. Sótãos. Tantas oportunidades por explorar. O meu subconsciente desistiu de falar comigo tu-cá-tu-lá, como fazia antes, e anda a mandar-me estas mensagens mais previsíveis do que um filme de Domingo à tarde. Ó eu: eu sei que tenho de aproveitar o melhor do que tenho. Sei que estou a desesperar por sol e ar puro. Sei que preciso de espaço e de um empurrão para meter mãos à obra. Eu sei. Mas, ó eu, eu tenho frio e este Inverno deitou-me abaixo. Queria ermitar-me (e não posso). Give me a break or grant me a loan para eu comprar logo uma casa grande, solarenga e com passarinhos à janela. Podia não resolver os problemas do mundo, mas já me dava uma ajudinha.

4 comentários:

Melissinha disse...

"Mas, ó eu, eu tenho frio e este Inverno deitou-me abaixo" - vale para mim em várias outras coisas.

Naná disse...

Não andarás a ver muitos programas do Fine Living TV??!! :P

ouvirdizer disse...

Depois fazes a casa dos teus sonhos e não tens dinheiro para acabar 2 das casas de banho ou mesmo mobilar... Mas a vida faz-se caminhando, não é?!!! Pensar positivo...
Mas os sonhos são malandros... eu é mais calças de sonho... então não fui sonhar que tinha emagrecido os 10 kg que me faltam e quando ia finalmente comprar umas calças de ganga 38 só me serviam as 44?!!... Credo, é mesmo trauma...

Ana C. disse...

Nada temas. Eu tirei um curso on-line de interpretação de sonhos. Isso quer dizer que vais ganhar o Euro milhões :)