10 dezembro 2012

se o mundo fosse mesmo acabar daqui a 11 dias

Saía daqui, pegava nos miúdos e no homem e alugava um helicóptero para ir jantar com os meus pais, a minha avó e o meu irmão a Monsaraz. Dormíamos por lá e ainda dava uma voltinha a cavalo junto à barragem antes de voltarmos a Lisboa e embarcarmos no TP103 do 12:45 para Orlando. Ficávamos 3 dias a amansar o jet lag na DisneyWorld. Andava três vezes na splash mountain e quatro na casa assombrada. Vestia-me de Branca-de-Neve e comia pizza, crepes e cheese cake com muita coca-cola. Depois embarcávamos no AA1873 das 8:40 para Caracas e, daí, apanhávamos o barco para uma ilhota qualquer de Los Rocques. Ficávamos por lá a apanhar sol todo o santo dia, a beber mojitos e a comer o peixe grelhado, as panquecas com tapioca e a goiaba que nos coubessem na pança. E a dançar. E a ler. Na mala, levávamos só os bonecos de peluche dos miúdos, o The Very Hungry Caterpillar, o Winter of the World, fatos de banho, protector solar e Guronsan. The End.

14 comentários:

Rita Maria disse...

Que plano fantástico, até dá vontade de que o ano acabe já!

Ana C. disse...

gosto do detalhe do protector solar, quando estás prestes a explodir, juntamente com o planeta terra :)

calita disse...

e não ias passar o tempo todo a pensar numa forma de morrerem antes de o planeta explodir?
Eu, se calhar, até nem importava de esperar para ver, mesmo cagada de medo, mas os miúdos...

gralha disse...

Rita Maria, estou confusa: a Primeira-Ministra australiana afiançou que o mundo vai acabar; a NASA garante que não. Não sei se marque as viagens.
Ana C., diz-me lá se gostavas de passar os teus últimos dias com um mega-escaldão do sol das Caraíbas?
Calita, sonha, mulher, sonha! Não me digas que até à beira do fim do fundo não desligas o botão do stress?

disse...

Lembras-te qdo foi a passagem de 1999 para 2000? Também se ouvia falar de grandes tragédias, dos 1000 passarás aos 2000 não chegarás, o fim do mundo...
Pois!
Só que desta vez ando assim num misto de "e se..."
Parvoeiras! :)
A minha mais velha, na idade das certezas, ela tem "a certeza" este ano não vamos abrir os presentes de Natal! Opah!!!

Melissinha disse...

Eu compraria leite condensado.

ouvirdizer disse...

Eu pelo sim, pelo não, estou de férias pois no próprio do dia 21 vou confeccionar o bolo para o baptizado de um priminho no dia seguinte. Além de fazer um bolo e de o decorar marquei cabeleireira e, à noite, conto preparar as roupas para a festa do dia seguinte, quiça até fazer uma bainha ou outra.
Dia 21 estaremos todos em casa, na cozinha, a fazer bolos e mais bolos e eles a comer bolinhas de pasta de açucar azuis e brancas.
A terminar, que seja depois de ir à cabeleireira experimentar um corte novo. De qualquer forma, será um dia (de) doce(s).

Naná disse...

Bolas, logo nesse dia que eu planeei fazer pastéis de batata doce... Os Maias ou os Aztecas não adiam isso por um dia?!

gralha disse...

Té, sempre escusas de ir comprar presentes :)
Melissinha, leite condensado na praia não dá jeito.
Vera, como é que eu não me lembrei dessa prioridade para o fim do mundo que é cortar o cabelo. É isso e arranjar as unhas.
Naná, se o mundo não acabar podes mandar uns pasteizinhos desses para mim, que sempre servem de consolação.

Julieta disse...

Só tenho a dizer que três dias em Orlando é muito pouco. Só a Disney tem 4 parques. A Universal mais dois. E há ainda o Sea World. Tens que passar isso para uma semanita :)

gralha disse...

Julieta, é bem verdade. Mas estivemos lá no ano passado, preferia aproveitar os derradeiros dias de papo para o ar numa ilha deserta.

disse...

Gralha, pelo sim pelo não, vamos deixar as compras para o fds 22 e 23 :)
E assim mantemos a tradição de deixar sempre tudo para a última hora!!!
eheheh

Julieta disse...

Também lá estive o ano passado...em Agosto :)

Papo para o ar no mar da Caraíbas também me soa lindamente.

margarida disse...

gralha, que planos tão amorosos.
Olha que eu não posso com uma gata pelo rabo, mas ler isto deu-me esperança. Não sei de quê, não que o mundo acabe certamente..
Beijinhos e vai lá a Monsaraz, ainda chegas a hora do jantar!