28 maio 2014

está para chegar o dia

Em que eu conheça um homem que não se julgue um ás do volante.
Ou uma mulher que não afirme que tem muito jeito para a escrita.

Detesto reproduzir estes estereótipos mas é verdade, o que é que eu hei de fazer?



Adenda: Também não existe ninguém que não sinta que tem talento para a fotografia, por exemplo. O que me leva a desabafar que 1) estou farta desta nossa sociedade dos talentos. Gente, abracem a vossa medianeidade. E a dos vossos filhos, já agora; e que 2) basta juntar-se um virtuoso e um instrumento (o volante, a palavra, o filtro de Instagram) e é ver as obras primas a despontar como cogumelos na floresta. Reservem-se um bocadinho, virtuosos. Se a vossa arte for mesmo excepcional, não passará despercebida. Se for banal, pois que vos dê muito prazer, mas em privado.  
 

8 comentários:

Inesa disse...

Eu me confesso: não tenho jeito nenhum para a escrita. Já para o volante...

disse...

Uma mulher tem jeito para muitas coisas e até para a escrita. Já talento, isso é outra coisa.

Eu sirvo de exemplo (não da escrita, não te assustes :)) Adoro fotografar, já talento cof cof, daí até publicar é um pequeno passo.

Quando me encontrares disse...

:) E confunde-se o juntar 2 ou 3 palavrinhas sem erros de maior com saber escrever. Já eu, de cada vez que leio um dos mestres, sinto-me pequenina, pequenina...

Dora disse...

Eu tenho muito jeito para a escrita. O meu homem julga que tem jeito para o volante. A minha menina é um génio.

Check!

gralha disse...

Inesa, tu tens imenso jeito para a escrita. Já para o volante...

Té, uma mulher safa-se em todos os domínios, lá isso é verdade.

Quando me encontrares, e algumas até juntam 2 ou 3 palavrinhas e dão erros de maior. E corrigem os erros das outras. Isso faz-me sentir pequenina, pequenina.

Dora, nós lá por casa também check isso tudo, gosto sempre de basear-me na experiência pessoal.

Amigo Imaginário disse...

Eu cá elevo a excelência a outro nível... escrevo blogues literários, sou um ás ao volante do boguinhas, tenho olho para fotografar vacas em movimento e já em criança era um pequeno génio! E ainda por cima sou modesta. :-)

Naná disse...

E eu que sou um talento da culinária, mas incapaz de seguir uma receita?!

Isabel Patrício disse...

Dá que pensar, gostei