05 maio 2014

quando é que termina a idade das birras?

É que eu ainda vou fazendo das minhas, e já sou semi-septuagenária.
Quero isto. Agora já não quero. Como é que pude achar que isto fazia sentido? Eu consigo. Eu não consigo. Consigo mas não me apetece e por isso não faço, pronto. Se é para não fazer bem, é melhor falhar epicamente. Se não acaba como quero, prefiro parar a meio. Se o mundo está contra mim, viro-lhe as costas. Sento-me debaixo de um sobreiro e faço de conta de que não me importo. Como é feio desistir e como é sonora a solidão a que me imponho quando saio de prova, desdenhando seguir a dolorosa torrente dos que continuam, sob a torreira do sol impiedoso. Não há lições a tirar, só vergonha e vazio de sentido.

Volte sempre, amiga leitora que pensava que isto era um baby-post. Fica para a próxima.

8 comentários:

D.S. disse...

Olha, se descobrires, avisa. Ando numa fase birrenta que se fosse minha mãe me mandava um berro para me portar como gente crescida.

EIMV disse...

ahaha

Ana. disse...

ahahaha! adoro o itálico!!

Melissinha disse...

Antes de abrir o post, pensei logo na resposta: espero que aos 39.

Naná disse...

Lá está... ser cabra até compensa, é que assim podemos levar as nossas birras avante! E eu ultimamente ando numa de fazer birras sempre que me querer chagar a mona... é que até o meu filho é mais fofinho e meigo a fazer birras do que gente grande e praticamente septuagenária (e já nem falo das octogenárias)

Ai a minha vidinha, hein?!

Amigo Imaginário disse...

Eu cá acho que fazer beicinho é sexy, pronto! :)

disse...

Eu volto mas...enganaste-me AHAHAHA

Maria Rita disse...

nunca acho eu, é que há dias impossíveis, ou eu tenho dias bipolares