02 maio 2014

na próxima encarnação

Quero ser uma daquelas pessoas que desconhecem a noção de peso na consciência. E ter bom cabelo. E pernas altas. Mas já ficava contente se conseguisse andar pelo mundo sem carregar a cruz de um perfeccionismo implacável. É pena não acreditar em várias encarnações e, ainda por cima, a minha moral ser precisamente aquela que espera que seja verdadeira, justa e abnegada (também é uma moral de perdão e amor incondicional mas essa parte custa mais a processar).

10 comentários:

Carla R. disse...

Basicamente queres reencarnar na minha pessoa.
Opa, o meu cabelo é bom, pa !

gralha disse...

Há mulheres bem resolvidas. E depois há mulheres com o cabelo bem resolvido, que já é um outro patamar de evolução da espécie. O teu cabelo é espectacular, Carla R.

Ana. disse...

O meu cabelo é dos bons, mas as pernas são curtinhas e tenho para mim que compenso a falta de pernas com a mania de que podia resolver(quase)todos os males se me atirasse a eles...
Mas o cabelo é mesmo bom, hã?!!

Carla R. disse...

Teu, o teu cabelo é bom. Era teu que queria ter escrito.
Mas, pronto, também gosto do meu. Todo o cabelo que passou por um estagio futebolistico, é um cabelo vencedor, glorioso e que não fica em casa, e sabemos bem porquê ! Olé, olé !

Melissinha disse...

Quero voltar magra!

Naná disse...

Quero voltar com bom cabelo e mais 15 cm de altura para poder chegar aos meus armários de cozinha (o pior é se reencarno num país onde não tenho casa com cozinha ocidental...)

Quanto ao perfeccionismo... preferia regressar assim um bocadinho mais cabra e sem medo de ser egoísta quando me aprouvesse!

Quando me encontrares disse...

Revi-me neste post. :)

dona da mota disse...

Amiga, minha amiga, eu cada vez acredito mais que a vida só faz sentido se houver realmente uma sucessão de encarnações com o objectivo de melhorarmos nível após nível. Pensa bem, não faz sentido de outra forma, se não não tem lógica. Por isso é que há pessoas que partem cedo, porque estão em estados avançados de evolução e podem passar ao próximo nível.
Posto isto, que tem vindo a crescer em mim como um facto, acho que até o teu cabelo terá uma nova oportunidade! ahahahahahah

gralha disse...

Olha agora, deste-me em hindu, motoqueira. Se isso me garantir que, para a próxima, tenho o cabelo da Kate Middleton e as pernas da Naomi Campbell, venha daí o poder da Saṃsāra.

Naná, ser cabra não compensa.

Será que queres dizer "quero voltar com uma relação desprendida e não culposa com a comida", Melissa? É que isso do magra não é garantia de grande coisa.

Ana Mê, nem imaginas a vantagem darwiniana que levas por teres cabelo mesmo bom. Devias pagar (ainda) mais impostos só por causa disso.

Melissinha disse...

:D Quero voltar com uma relação desprendida e não culposa com a comida e magra!