30 janeiro 2015

o novo deus grego

Por esta altura, acho que todas as portuguesas que votam à esquerda do CDS-PP estão embeiçadas pelo Alexis. É verdade, ele é giro e eloquente. Arrasa-nos com aquela atitude robinudesca de quem se está a marimbar para as regras, que o que interessa é salvar as donzelas a saque da terrível Xerifa Nottingangela. Também estou um bocado desorientada mas temos de controlar-nos, irmãs. Nascemos ontem? É por estarmos cansadas dos políticos cinzentões que nos violentam com doses cada vez maiores de carga fiscal que nos atiramos à primeira novidade sorridente? Contenhamos o entusiasmo antes de irmos em cantigas. Irmãs, é verdade que ele é um idealista espertalhão. Sabe que a Xerifa quer ter donzelas disponíveis para outras incursões e não se importa que haja uns quantos bandidos à solta na floresta, que lhes vão fazendo a corte. Irmãs, ele é o optimista generoso com que todas sonhámos. Não tem medo da dívida que herda e ousa prometer coisas que o vão deixar, e às donzelas, ainda mais entalados. E, como tantos homens, padece de algum narcisismo. Acha-se tão extraordinário que se esquece que a floresta confina com outros potentados, também eles carregados de vítimas da Xerifa e das agruras medievais de um momento menos luminoso da História da Europa. Queridas irmãs, tenho a certeza que não preciso de recordar-vos que o lugar dos heróis é na ficção, raramente na realidade.

17 comentários:

Melissinha disse...

Irmã, obrigada pelos sábios conselhos, mas continuo estou entusiasmada e esperançosa. O amor é um cego conduzido pela loucura (em direção ao abismo, para puxarmos pelo tarot).

Embora no fundo, não possa negar estar feliz que não sejamos nós a pagar para ver. Sei, hipócrita.

gralha disse...

Irmã, caminhemos juntas para o abismo. Pelo menos estará bem frequentado.

Naná disse...

eu estou mais "encantada" com o yanis, o compincha guardião das moedas... quero ver onde ele chega!

gralha disse...

Esse parece o Action Man, Naná. Nhec.

Amigo Imaginário disse...

Acho que devo ter crescido sem dar por isso. Estou tão desiludida que não já acredito em nada. Nem na teoria, nem na práxis, muito menos na beleza. Excepto talvez na irmandade...

gralha disse...

Tu estás encadeada com o teu Odin, Amigo Imaginário ;)

Inesa disse...

Epá... eu também acho mais piada ao Action Men. Não me perguntes porquê...

gralha disse...

Mesmo esta versão sem barba, Inesa?

Rita Maria disse...

Eu estou com a Naná. Não adoro o aspeto, mas é bastante mais másculo (e eu na rubrica rapazinho-certinho sei deles mais giros, até mesmo dentro da esquerda) e as inteligências fulgurantes levam-me sempre à certa.

Ana. disse...

Eu cá estou com a Melissa, contente e esperançosa, mas muito curiosa em relação ao que vai acontecer. Quero ver se os gregos mantêm os seus gigantescos "cojones" e fazem frente à xerifa!!

gralha disse...

Pronto, eu tenho um fraquinho por quem é parecido com o morenão que tenho lá em casa. Não tive oportunidade de aferir a inteligência fulgurante do Yanis, Rita Maria.

A Xerifa gosta que os gregos se portem mal, é o que te digo, Ana.

Rita Maria disse...

Pensando nisso dessa perspetiva, o Alexis também é mais parecido com o que há lá por casa, mas em menos giro. Nem sequer sei se terá covinhas ao fundo das costas. Se calhar é por causa disso que prefiro a alternativa...

gralha disse...

Tendo em conta que pelo menos metade da população masculina mediterrânea é do modelo Alexis, provavelmente era mais sensato da minha parte seguir o teu exemplo, Rita Maria.

D.S. disse...

Desculpem lá, mas o Yanis tem qualquer coisa de Voldemort: http://i.guim.co.uk/static/w-620/h--/q-95/sys-images/Guardian/Pix/pictures/2015/1/29/1422560265783/11fd9c86-c4ff-4a46-a05b-05573dc3463c-1020x612.jpeg

gralha disse...

Pois tem, D.S.!

calita disse...

Eu já não estava com "o pito aos saltos" com a política há demasiado tempo, por isso, irmã, deixa-me usufruir desta lufada de ar fresco.
Eu gosto de histórias de encantar, que como todos sabemos estão cheias de crueldades inomináveis, por isso estou ansiosamente à espera de saber o que vai acontecer.
Espero que o Alexis, ou o Yanis, abram a barriga do nosso Primeiro e o encham de pedras. E depois podemos todos viver felizes para sempre, cada qual à sua maneira, até à próxima crise.

gralha disse...

Muito bem, Calita. Contando que guardaste as pedras mais pequenas para ir deixando pela estrada, de modo a encontrares o caminho de volta.