04 dezembro 2009

da emancipação da mulher

Nos dias em que lavo as casas de banho, gosto de pôr uma maquilhagem especial e ouvir a minha playlist "power". Ajuda-me a esfregar as sanitas com renovado vigor, enquanto tento não pensar nos 19 anos de estudo e 11 anos de trabalho que já deixei para trás.
Às vezes, acho que a ironia é a única coisa que me salva da auto-comiseração.

2 comentários:

Vera disse...

LLLOOOOLLLLL
Um dos teus mais curtos mas melhores posts!!!
O conceito de emancipação é-me cada vez mais fascinante.
Outro dia nos correios uma mulher apregoava que as mulheres são umas parvas pois com a treta da emancipação e da igualdade conseguiram foi ficar com mais trabalho, LOL!
Juro que me apeteceu ir ter com ela e estar um bocado à conversa, tinha um ar tão saudável e forte.
Quando me pergunram se estou farta de estar em casa respondo semjpre que adoro avida de dona-de-casa, mas se calhar é só porque os eurinhos me caem todos os meses na continha.
Love U
Beijinhos

Angel disse...

Adorei. A tal senhora que a Vera encontrou é que tinha razão. É uma carga de trabalhos é o que é!
Mas já que a tarefa tem de ser realizada e tem, nada que uma boa produção não resolva. E assim, nem a esfregar a sanita descemos do salto:)