22 janeiro 2010

o que se passa com os pipis?

Apercebo-me agora que, das várias co-grávidas de termo que conheço por aí, sou a única que não tem programada uma cesariana. Tudo muito bem que as cesarianas servem para evitar problemas sérios e eu não sou nenhuma defensora do sofrimento nem advogada do parto natural a todo o custo. Mas o que se passa com o(s) nosso(s) sistema(s) de saúde para tanta gente ter de ir à faca? De repente, os pipis andam a ficar incompetentes? Eu própria já receio que, se não chegar ao hospital com metade do bebé a espreitar, eles resolvam sacar do facalhão. Com isto tudo, tenho uma pontinha de inveja porque sou a única que continua na santa ignorância de quando se dará o grande acontecimento. E eu nunca gostei de surpresas.

9 comentários:

Luna disse...

Deixa lá a recuperação é mais rápida pelo menos é que dizem. Sofres como xuxu na hora mas depois ficas Ok!
bjocas
Luna

Ana C. disse...

Querida co-grávida, não tenhas inveja, porque o depois provavelmente não compensa.
Penso que se correm cada vez menos riscos, apenas isso. Se há um risco, ainda que pequeno, de seguir o parto normal, ninguém quer corrê-lo só para que se tenha a experiência do parto natural.
Eu fiz uma cesariana da Alice por imperativos urgentes, detestei a recuperação. Nem a minha médica, nem eu queremos agora correr o risco de ruptura uterina com um parto natural. É pequeno, mas existe, para quê corrê-lo?
Olha nada é perfeito.

Vera disse...

Tinhas que referir a palavra facalhão?!!! lol
Olha, a brincar, a brincar, a cesariana só tem como positivo o ser marcada. Esta, pois as outras 2 foram surpresa. Triste é a certeza de que queremos mais filhos e só depois desta é que o médico dá, ou não, luz verde.
A recuperação... não tens ideia... é uma semana horrível e diz que quantas mais pior, pelo que estou à espera do pior e sei que será ainda pior.
Esta semana soube de uma situação ainda mais estranha. A mulher do meu chefe ficou com o utero "esfrangalhado" depois do 1.º filho e, após vários abortos, descobriram que ao puxarem o 1.º a ferros tinham destruido o muscul e o utero estava aberto. Assim, tiveram que coser, ela engravidou mais duas vezes e marcaram a data para descoser e depois teve partos normais. Estranho ou quê?! Foi 1 parto normal e dois meios normnais / meios cesariana.
Pronto, apeteceu-me esta partilha!
Por causa de estar marcado ainda ando com a ultima fralda do enxoval meio bordada, na red line, vou ali sentar-me a acabá-la, já volto!
Beijinhos!!!

Cusca disse...

Eu não estou a termo ainda falta umas semanas mas se tudo correr bem, o meu pipi irá funcionar :)
Beijos

gralha disse...

Pronto, eu não quero entrar ao despique acerca da recuperação, mas as meninas cesáricas pelo menos não passam 1 semana literalmente sem se poderem sentar!

Ana C. disse...

O despique começou:
Sem conseguirmos levantar sem ajuda de uma grua. Andarmos com grande dificuldade nos primeiros dois dias.
Sem conseguirmos espirrar, tossir, rir and so on, and so on...
Ser gaja é duro, isto devia ser dividido com o pai.

Vera disse...

Nem sentar nem levantar, daí pasarmos o dobro do tempo no hospital, aquelas camas ajudam muito... imaginas quereres levantar-te e sentires que os 30 agrafos na barriga vã abrir? E o inchaço nas pernas e pés...
Sem despiques eu acho que, na hora H é melhor a cesariana, passei 9 horas em trabalho de parto nas outras vezes e é horrível. Em relação à recuperação, a csariana é uma operação e depos das operações as pessoas decansam e ficam deitadinhas a repousar e nós, mães, temos que começar logo no activo! É um bocadinho difícil, sem despiques, ambas as formas têm prós e contras mas nes momento o que me chateia mais é o poder, ou não, ter mais filhos. Uma paciente do meu médico, na 3.ª cesariana ficou sem "pano" e tiveram que coser o utero à bexiga. Eu hoje só estou com histórias parvas, é o meeeedddddooooooo, LOL!

gralha disse...

Pronto, pronto, minhas senhoras. Partilhamos todas o pódio do sofrimento, OK? De qualquer forma, já avisei cá em casa que, para uma próxima gravidez, eu faço de pai.

Sara MM disse...

oh... é tão bom não saber quando será.
eu fiquei bem triste quando se pôs a hipótese de a Clara ser de Cesariana, só pelo facto de saber o dia.

BJss