17 novembro 2011

a gralha despistada e o peru fugidio

Era uma vez uma gralha regressada dos EUA que sonhava manter algumas tradições norte-americanas para o seu pequeno pinto ianque não se queixar que o expatriariam impiedosamente. Ela era uma gralha com muito boa vontade, que queria chegar a todo o lado e fazer tudo muito, muito depressa. Tão depressa, que adiantou uma semana a data do Dia de Acção de Graças e desatou a fazer listas, compras e a convidar algumas pessoas para o que sonhava ser um belo repasto familiar americano em terras lusas.
Pois bem, é assim que a gralha se encontra hoje a cozinhar dois frangos do campo (peru não se conseguiu, apesar da expectativa até ao último minuto e da boa vontade do gerente de talho do Pingo Doce, cá um beijinho senhor Rui!), com recheio sem fígados (que não havia, mas substituiu-se por patê), com batata doce com arandos (porque não havia inhame), e com tarte de abóbora e nozes de pecan (que havia porque trouxe no contentor). Ou seja, este vai ser não só um falso dia de Acção de Graças como uma aldrabice de jantar. A gralha é uma porcaria de dona de casa e mãe de família e valha-nos o vinho português.

9 comentários:

Melissinha disse...

Não entendo bem o que estou a fazer fora desse jantar.

gralha disse...

Oh pá que queria tanto ter convidado amigos mas ainda não estou na minha casa. Para o ano, se encontrar peru (vou criar um desde pinto na Primavera, pelo sim, pelo não), arandos (tenho de plantar), inhame e nozes de pecan, convido tanta gente quanta couber na minha sala (umas 10 pessoas, portanto, visto que tem um pé direito alto).

Melissinha disse...

Não me importo de ficar suspensa. Mas a Cê é consideravelmente mais magra do que eu, pode ficar ela.

margarida disse...

De certeza que vai estar delicioso, e para o ano compras mas é pintos bebés e esqueces o peru.
A gralha tem muita imaginacão e vontade de manter as tradicões! Que bela dona de casa :)

Caixa de Sonhos disse...

1 - Pois eu acho que uma dona de casa desenrascada é uma belíssima de uma dona de casa;

2 - Quando precisares de um peru ligas-me com uma semana de antecedência que eu arranjo, aqui toda a gente tem "piruns" e vendem aos vizinhos e era fácil-fácil, mandava via CTT, já chegava aí com o fígado desfeito, lolll;

3 - Compreendo que para o ano convides outras pessoas, que nós somos 5 e metade da sala fica ocupada e há muito que deixámos de ser convidados para jantares sociais pois deixamos muita gente de fora, LOLLLL. Familias numerosas = familias espaçosas, LOLLLL

4 - Não sei o que é inhame, arandos ou nozes de pecan, vou ao google, já volto, LOLLLLL (para isto nem viver no interior deve servir de desculpa não é?!!!)

Crente disse...

Não és nada. A tradição que estás a criar parece bem melhor e mais original ;)
(e sim, que estive ausente: Bem vinda de volta a este cantinho à beira mar plantado!)

Carla R. disse...

O vinho português safa sempre tudo.
Para o ano avisa em que data escolhes fazer esse thanksgiving, se for em Julho ou Agosto, conta comigo. Como por duas, mas sento-me em meia cadeira, se for caso disso.

Costinhas disse...

a gralha é tonta e a sandra tb queria ir ao jantar (e até faço dieta para ocupar menos espaço, os putos não que já são escanzelados o suficiente)

Sara MM disse...

Ficou ainda melhor?!?!