28 fevereiro 2013

no seguimento do post anterior

Acordei às 6h30. Preparei as marmitas com os nossos almoços do dia. Fiz café e tomei o pequeno-almoço enquanto li umas páginas do meu livro. Rezei. Vesti-me. Peguei no carro e fui até ao rio. Corri dez quilómetros. Peguei no carro e fui para casa. Distraí-me e perdi para aí uns 5 minutos a mimar os meus filhos, entre canecas de leite e migalhas de bolo. Fui tomar banho. Vesti-me. Fiz três camas. Arrumei a cozinha. Apanhei uma máquina de roupa. Lavei os dentes, sequei o cabelo e besuntei a cara com hidratante. Voei pelo corredor fora, apanhando almoço, catecismos, casaco, mala, e saí de casa quinze minutos antes da hora de entrar no trabalho. Parada no semáforo para virar à esquerda da Av. das Forças Armadas com a Av. Professor Gama Pinto, que está vermelho o tempo suficiente para ouvir uma Mixórdia de Temáticas inteira, coloquei máscara nas pestanas. E batom hidratante! Processem-me já, que sou um perigo público e uma preguiçosa que não se levanta mais cedo para se maquilhar.

No entanto, cumpro religiosamente a máxima de não usar o telemóvel no carro, seja em que circunstância for.

14 comentários:

Melissinha disse...

Deixas-me mal, mulher!

Ainda gemo desgrenhada. Às 10h04.

disse...

Continuo achar que sou uma preguiçosa, incapaz de correr, e que morria se o tivesse que fazer de noite - 6h30 da madrugada!!!
Mas essa corridinha gélida para ti funciona como um red bull, vai tudo a eito. Caneco mulher! ;)

calita disse...

Diz-me, tu fazes isso todos os dias, acordar às 6.30h para ir correr?

gralha disse...

Este é o retrato de uma terça-feira, o único dia em que é o Pai a tratar dos filhos de manhã. Só corro às terças e sábados.
E às 6h30 já desponta o dia, Té :)

gralha disse...

Ah, e o mais importante: eu corro porque gosto muito de correr. Se fosse um sacrifício, não havia nada que me levantasse do quentinho da cama :)

Naná disse...

Continuo a dizer que admiro quem é madrugador assim desta forma! Eu a essa hora durmo o meu soninho mais profundo, aquele que me permite andar bem humorada o resto do dia!

Inesa disse...

Aparentemente estou muito sensível com o tema, de maneira que vou responder: eu não tenho problema nenhum com quem se maquilha no carro. Só não se sintam injustiçadas se forem multadas!

gralha disse...

Portanto, Inesa, só para eu ver se compreendo: és a favor que se cumpra à risca o Código de Estrada, é isso? Portanto, também achas que não devo sentir-me ofendida se me multarem porque estacionei num lugar proibido (que, sublinho, não afecta absolutamente NINGUÉM), depois de passar 20 minutos a tentar estacionar na minha zona de EMEL?

Inesa disse...

É um lugar proibido ou não?
Eu não estou a dizer que concordo com o Código da Estrada ou que ele faz sentido.
Mas se a multa é legítima, eu até posso ficar muito irritada com as leis, comigo ou até com o polícia, mas não me ouvirás dizer que a multa foi injusta. Vou rogar pragas a tudo e a todos mas pago e calo-me.
Ah, e não estou a dizer que cumpro à risca o código da estrada, porque não cumpro. Antes pelo contrário. Falo ao telemóvel (quando tem mesmo de ser), excedo os limites de velocidade quase todos, às vezes estaciono em cima das passadeiras quando não arranjo outro lugar, e sinais vermelhos... nem vou comentar.
Agora, se for multada por alguma destas coisas, a culpa será minha, e só tenho de a assumir.

gralha disse...

Minha querida, levei a vida toda até agora a cumprir as regras à risca. Agora estou numa fase em que me apetece mandar os absurdos tomar no cu. E eu nem digo a palavra 'cu', repara. É libertador.

ouvirdizer disse...

Jesus, o que para aqui vai!
Primeiro: Concordo e afirmo a admiração de todas à tua força de vontade!
Depois: Sim, eu sei que gostas de correr, mas eu gosto de comer e nem isso me faz levantar da cama às 6h30... ainda que tenha que pensar melhor nisto, se calhar até levantava, vá. Mas aqui faz TAN-TO frio, Gralhamiga!!!!
Por fim: Não vou entrar na tua questão com a Inesa, da condução dela não me lembro pois geralmente as boleias dela davam-se no regresso do Plateau a casa e a minha noção das coisas geralmente já vinha "adormecida". Ah! Mas não bebia para que outras o fizessem, Gralha, faz favor de agradecer à rapariga! Inesa, obrigada! :)
Ainda o último tópico: das memórias de andar de autocarro em Lx de manhã (felizmente poucas) tenho essas, das senhoras carro-sim, carro-sim, a ultimarem a maquilhagem. Acho que sonhava fazer o mesmo um dia, chama-se rentabilizar tempo. Aqui não me posso maquilhar no carro pois não encontro mais nenhum no caminho, de maneira que é sempre a andar e são aí uns 4 minutos até ao trabalho. Não dá! Vai-se assim uma fantasia! Mas acho giro! :)

ouvirdizer disse...

Ó Gralha, fui seguir um link da Ana C. sobre o processo da Sofia Alves à Pipoca e a notícia do lado dizia: "Maquilhar-se ao volante dá direito a multa". Afinal não o faças, amiga:
http://www.noticiasaominuto.com/pais/49678/maquilhar-se-ao-volante-d%C3%A1-direito-a-multa#.US90ifJechA

gralha disse...

A discussão começou mesmo por aí, Vera ;)

(não tens Facebook, olha...)

Melissinha disse...

"Sim, eu sei que gostas de correr, mas eu gosto de comer e nem isso me faz levantar da cama às 6h30" - BEST EVER.

(Como estou facebookless, tenho de arranjar merda para outros lados, por isso, aqui vai: concordo com a Inesa).