04 março 2009

lata

O meu irmão é a pessoa com mais lata no mundo. Eu orgulho-me de ter uma latózia desgraçada e de lhe ter ensinado muitos truques, mas tenho de reconhecer que ele já me bate aos pontos. E parece que as minhas tias também são assim. Não percebo por que é que isto me dá um orgulho genealógico tão grande, como se fossemos grandes cientistas ou escritores de renome, mas dá. E é muito útil em algumas ocasiões, também tenho de reconhecer.

(exemplo da garganisse: acaba de mandar uma foto dele com o Giorgio Armani, depois de ter arranjado maneira de ser convidado para uma festa privada da semana da moda de Milão.)

4 comentários:

Vera disse...

Lata é pouco, diga-se! Mas conhecendo-te está tudo explicado, LOL!!!
uma beijoca, assim daquelas grandes!!!

Catarina disse...

chique dimais!
(com sotaque brasileiro porque com muita pena minha, não sei falar italiano)

Inesa disse...

É muito à frente...

snowgaze disse...

Uma coisa dessas tem que ficar documentada, senão ninguém acredita. ;)