06 março 2009

velhos embirrentos

Acabo de ter uma revelação que só prova que caminho mesmo a passos largos para a terceira idade: percebi por que é que há tantos velhotes que implicam com as crianças. Antes pensava que era porque já não se lembravam do que é ser criança mas agora já sei que nunca deixamos de nos sentir crianças.

(podia jurar que tenho 10 anos...)

Não, a verdade é que sentem vontade de estar próximos dessas crianças, de se deixarem contagiar pela sua juventude, e não conhecem outro modo menos trapalhão de interagir com elas senão embirrando, corrigindo, dando conselhos não solicitados.
Eu não vou ser uma velhota assim, não senhor. Eu vou encher a alma das risadas estridentes e de sorrisos muito frescos. E vou ficar sentadinha à espera que um deles me peça para contar uma história.

2 comentários:

Vera disse...

Eu comentei este post no de cima, sim?!!!

disse...

Arranja uma boa dentadura, um apoio financeiro para á pensão de reformada e um sistema de saúde extraordinário.

Acredito que os velhos ditos "embirrentos " já não estão de bem com a vida... há maus tratos para com a nossa 3ª geração!!

Cabe a cada um de nós chegar a essa etapa da vida de forma brilhante. Fico a aguardar por ti... como sendo uma boa referência :D