31 março 2009

vocação I

A primeira for ser estilista, que é como se dizia designer de moda nos anos 80. Durou até aos 15 anos. E por que é que queria ser estilista? Não, não era porque gostava de roupa e de moda (nunca gostei), era só porque passava os dias e as aulas a desenhar modelos com variados estilos de vestuário. Senhores, ainda bem que não segui esta vocação, que não tenho paciência nenhuma para a palhaçada toda que envolve o mundo da moda (com o devido respeito). Mas tenho saudades de desenhar. Já não desenho há tanto tempo...

Relacionadas com as artes plásticas estiveram também outras vocações como: ilustradora de livros infantis, publicitária, ceramista, desenhadora de jóias e desenhadora de banda desenhada.

6 comentários:

Rita Costa disse...

Desenhadora de jóias... me too :)

Inesa disse...

Xiiiii, é verdade!!! Tu fartavas-te de desenhar bonecas! Bem... já não me lembrava. Quer dizer, acho que não me lembro. Tenho uma vaga ideia. Eu invejava as bonecas de alguém. Eram as tuas?! Eram pois. Da Joana e da Manela não eram de certeza. E neste momento só vejo nevoeiro. Parece que não me lembro de nada. 20 anos é muito tempo!

Vera disse...

Passei pela fase de desenhar roupas e depois casas. Mas não tenho grande habilidade para essas artes. Mas cabeleireira... esse foi o meu sonho por muito tempo. A minha 1.ª boneca, das grandes, tinha um vestido vermelho e branco e um cabelo loiro pelo fundo das costas. Cortei-o até ficar quase careca, com experiências, e usava creme nívea porque não tinha espuma em casa, LOL.

gralha disse...

Eu também uso creme Nívea no meu cabelo, não é suposto? :P

gralha disse...

Inesa: como é que tu não te lembras? Bonecas e bonecas que eu vendia por 10$ cada. Tenho de ir ver os livros antigos para ver se ainda tenho alguma coisa.

Vera disse...

Mas usas daquele da caixa azul redonda, do antigo? É que aquilo ficava pastoso...