28 outubro 2011

aurículas e ventrículos

Volta e meia, adoecem-nos os filhos para nos exercitarem o miocárdio. Sim, confirma-se, o meu ainda é flexível o suficiente para esticar e caber um bocadinho mais de amor lá dentro. (e medo, e incerteza, e vontade de colar aquele corpinho febril ao meu e enxotar todos os vírus, todas as dores)

2 comentários:

Naná disse...

é mais ou menos esse o feeling que tenho tido esta semana, ao olhar para as borbulhas de varicela do meu F.

Mãe da Tiz disse...

Como eu te entendo... Uma "simples" febre é coisa para nos deixar o coração apertadinho.
Espero que hoje já esteja melhor!

beijos*