04 janeiro 2012

luxos domésticos

 Filho grande
Filho pequeno

Pai

Mãe

Mais o frango do campo e a fruta e legumes nacionais da frutaria da esquina para toda a família. O resto é mesmo marca branca. Quando ouço quem diz que tem de poupar e vai, por isso, cortar nos jantares fora, no cinema, nos concertos, nas 'escapadinhas', nas idas à Zara, no cabeleireiro, torna-se claro que o conceito de poupança é muito relativo. Absurdo, às vezes.

4 comentários:

Melissinha disse...

aqui são iogurtes de marca :)

Ana. disse...

Eu sou uma dessas pessoas que vai poupar nas saídas e comidas fora; por outro lado, já sou adepta de marcas brancas há muito tempo! E poupa-se mesmo um bom pedaço.
;)

Naná disse...

Só posso cortar numa coisa, que era dos poucos luxos que tinha: o pequeno-almoço na pastelaria...

inesn disse...

nós temos um único (enorme) luxo: a educação dos miúdos num colégio privado...de resto, já cortámos o que tínhamos a cortar há um tempo!