15 abril 2013

canções que te trazem de volta à Vida

Silêncio.A cadência regular da tua pedalada. O vento que se levanta nas pontes sobre o Sena. Crianças a brincar num jardim. As ondas a rebentar na noite. O murmúrio imperceptível de um céu perfeitamente estrelado, a brilhar para ti.


Ninguém sabe onde leva este grande caminho, mas o meu passa obrigatoriamente por tudo o que nos deixas com o teu testemunho diário. À tout a l´heure, querida Silvina.

8 comentários:

Ana. disse...

Não me sai da cabeça essa imagem, ela a caminho de casa, a pedalar ao lado do Sena...

Ana C. disse...

Maravilha, gralha.

Naná disse...

A tout à l'heure, Silvina!

Melissinha disse...

Lindo.

inesn disse...

emocionei-me por ela sem nunca a ter conhecido...

Melissinha disse...

(até consigo ouvir, gralha.)

Julieta disse...

Descobri-a através de vocês (Gralha e Ana C.) há pouco tempo, mas também comecei a ler o blog e não foi preciso muito para perceber que ali estava alguém feito daquele matéria rara e especial da qual só alguns eleitos são feitos.

E o nome... o nome diz-me tanto :) Que descanse em paz.

Vera Dias António disse...

Caso ainda não tenhas visto o nome do cão anda na boca do mundo (quem manda ter cão com nome giro?!) ahahahahah