26 dezembro 2013

o nosso natal

O nosso Natal são três. É a véspera sossegada com os meus sogros. É a manhã luminosa só a quatro mais um (o meu Matias velhote). E é o dia completamente barulhento e cheio de animação com a minha família materna. Damos muitos abraços. Inventamos tradições novas todos os anos. Comemos o melhor peru do mundo (e muitas outras coisas boas). Pregamos partidas aos primos. Reaprendemos papeis, agora que a festa se faz a três gerações. Roubamos os presentes uns aos outros e falamos a mil à hora, provando aos ramos italianos da família que os portugueses conseguem ser ainda mais ruidosos do que eles. O Natal cristaliza estas relações, obriga-nos a parar e olhar uns para os outros. Reparamos em novas rugas, posturas mais curvadas, miúdos que esticaram, olhares um pouco tristonhos e preocupados, mas ficamos sempre muito felizes por estarmos juntos, por sermos cada vez mais, por termos tanta coisa por que nos sentimos agradecidos. Temos um Natal privilegiado em muitos sentidos mas o maior de todos é a graça de uma família tão grande e cheia de gente boa.

6 comentários:

dona da mota disse...

Um grande beijo natalício embrulhado em bolo rei esgangalhado - a minha descoberta deste ano! :)

Quando me encontrares disse...

Há coisas giras...
Já leio o seu blog há algum tempo e identifico-me com muita coisa que diz.
E agora leio este post, que poderia ter sido escrito por mim, sobre o meu Natal. :)
Também passo a consoada calminha, com a minha sogra e a minha cunhada. E o dia de Natal é passado com a família da minha mãe, que é enorme (a minha mãe tem 6 irmãos, todos com descendência). É o dia em que nos reencontramos, tios, primos, filhos dos primos, numa grande algazarra harmoniosa, a comer peru, fatias douradas e sonhos.

gralha disse...

Conta tudo, motoqueira. Em que consiste o esgangalhamento do bolo rei?
Quando me encontrares, já vi que somos parceiras de corrida e de confusão familiar (nós éramos 32 no dia 25, um forrobodó!)

dona da mota disse...

Bolo Rei escangalhado é uma modalidade nova (pelo menos só vi este ano). É um bolo rei que é efectivamente escangalhado na sua composição, tem uma composição parecida a um bolo de Olhão que não sei o nome e é de morrer por mais.
Naná, dás uma ajuda?
É muito bom! os dois.

InêsN disse...

que bom :)

já deste lado somos cada vez menos e há uma geração que já quase desapareceu...

Naná disse...

Por aqui o Natal costuma vir carregado de stress, porque há sempre uma figura muito susceptível de ser melindrada e isso irrita-me profundamente... se não fosse o aniversário do meu filho, decretava as festas de Natal como "non gratas" na minha casa!

Bolo rei escangalhado? Bolo de Olhão?? Não estás a falar dos folares de Olhão, que têm canela a rodos, pois não Sôdona Vitória?!