19 fevereiro 2012

coisas que me têm feito bem

Os dias maiores. Atirar bolinhas saltitonas à parede da minha colega de trabalho. O meu bebé estar crescido e engraçado como tudo. Apanhar bocadinhos de sol. Fazer festas ao Roger (que está acampado cá em casa). Comer peixe grelhado. Conhecer pessoas verdadeiras. Retomar o Yoga (bom, esta é só na próxima semana). Rir um bocadinho mais.
Em compensação, ler a Trilogia Millennium tem-me feito mal. Uma heroína antissocial e ligeiramente psicótica é tudo menos o exemplo que preciso de seguir.

6 comentários:

Melissinha disse...

:D um domingo de posts felizes!

(Eh pá, realmente ver o por-do-sol aí às 18h30 é bom, muuuuito bom! Levanta qualquer astral)

Sobre literatura bota-tudo-para-cima, e especialmente para ti, recomendo o On Writing, do Stephen King, que ando a ler em doses homeopáticas e deliciosas, a rir-me feito parva, a aprender coisas novas, a ver onde preciso melhorar... Olha, uma leitura divertida como um bom romance e útil para o escrever.

margarida disse...

Eu sempre que leio/ouço os livros ou vejo os filmes fico com uma vontade louca de beber café e comer pão com queijo.
A Primavera faz bem à alma, mesmo mesmo.

margarida disse...

gralha, isto quase parece impossível. Comentei aqui sobre a Primavera antes de ler o comentário que me deixaste, com a Primavera também em grande plano. Estamos todos na mesma linha de pensamento. Incrível!

gralha disse...

:) Andamos todas ao mesmo, Margarida.
Stephen King, isso não é de terror, Melissa?

Ana C. disse...

Margarida, eu também!!!! Eles estão sempre a beber café e a comer pão. Minham minham. Fico sempre com vontade, quase consigo sentir o cheirinho do café :)
gralhómetra, eu gosto desta heroína, precisamente por ser o oposto de todas as heroínas comuns, mas confesso que o terceiro volume já não me está a agarrar com a mesma intensidade.

Melissinha disse...

É Stephen a falar da delícia que é escrever :)