27 setembro 2011

vir para aqui descansar

Pois que estou feliz com o meu regresso ao trabalho (e à investigação) e devo confessar que não é só pelo que faço aqui - que, na maior parte do tempo, não é blogar - mas pelo facto de os meus ouvidos e a minha cabeça descansarem um pouco. Uma mãe decente não admite uma coisa destas mas eu admito, do fundo da minha indecência, que já estou a dar em maluquinha com o Diogo a chorar cerca de 15 horas por dia e a pedir colo sempre que está acordado. Meu rico filho, compreendo o teu sofrimento e desdobro-me para te ajudar a ultrapassá-lo, mas já faltou mais para os teus avós nos convidarem a sair lá de casa.

6 comentários:

Melissinha disse...

ó gralha :)

Tens cá um sofá e um colchonete à tua espera, caso se verifique o que prevês.

Ana C. disse...

O António também chora mais do que faz outra coisa qualquer. Chora por tudo e por nada. Chora a dormir, acordado, chora porque sim e porque não. Chora e faz um número consideravel de birras. Tão consideraval, que lhes perco a conta.
O que raio se passa com eles???

Rita disse...

Ainda agora fiz um post a propósito disto :)

gralha disse...

Já agora, para que conste, estava a brincar quanto à ordem de expulsão porque os avós são 5 estrelas.
De resto, muuuuuito obrigada pela solidariedade e por não julgarem.

Ana C. disse...

Ah e está sempre de braços estendidos para nós, a gemer: Hmmmm, hmmmmm, hmmmm, hmmmmm, hmmmmm, hmmmmmm, hmmmmm, hmmmmm, hmmmmmm, hmmmmm (a pedir colo).

Sara MM disse...

bah!!! os ouvidos dos avós aguentavam até 24horas!! por isso é que se podem reformar... já nós... :oD