18 junho 2012

de volta das férias

A praia, a piscina, o sol, os barcos, as alcagóitas, os mimos, até a água do mar gélida: tudo estava uma maravilha. E agora só não custa tanto voltar ao trabalho porque o espírito de férias se mantém nos filhos - tão crescidos que estão! - que reajustam rotinas à época do ano e correm, bem dispostos e tostadinhos, por todo o lado. Um largou a chucha de vez. E o outro vai para a praia com a escola. Uma pessoa pisca os olhos e a vida acontece assim de uma vez só. Principalmente no Verão.

6 comentários:

Melissinha disse...

Foi a máxima do meu pai, no meu segundo verão de mãe: - ai, pai, o Gabriel cresce tanto no verão, é impressionante. - Pois é... como as goiabas.

"Como as goiabas" entrou para o jargão da família.

Inesa disse...

Afinal a questão chucha não foi problemática. :)

{entreter os dias} disse...

O Verão e o calor fazem bem a todos...e os nossos pequenos tornam-se grandes, mais risonhos e a cor espalha-se como que por magia.
Um verão feliz com beijos daqui do norte ainda frio, ventoso e chuvoso!!!! Mas vai ficar melhor, eles prometem!!!

Anónimo disse...

Amiga,

Eu estive lá por baixo de 7 a 13, tu não me digas que estivemos tão perto...

Vera disse...

A assinar em cima, sou a eu, a Vera

gralha disse...

Melissa, adoro a tua tropicalidade. Eu chamo-lhes ervas daninhas (e como adoro goiabas!)
Inesa, esta criança nasceu para nos surpreender: hoje acordou a dizer "chucha não pexija". Tomem lá e embrulhem, pais (mãe...) mariquinhas.
Entreter os dias, para mim, até o Algarve é demasiado a norte :)
Vera, nós só fomos de 13 a 16. E quando é que vêm a Lisboa?