26 setembro 2012

uma dúzia de coisas boas

Têm pele de veludo. Umas bochechas tão rijas que apetece morder. Fazem disparates, mas pequeninos (bom, logo se vê daqui a umas semanas). São tão espontâneos, tão genuínos, trazem uma tal quantidade de sol dentro deles, que quase me sinto vampiresca, tentando absorver um pouco daquela infância tão flagrante. Combinamos assim, miúdos: eu dou-vos um ano a cada e já me sinto um bocadinho mais radiosa, um bocadinho mais inocente e convicta de que a vida ainda tem muito de bom para vir. Dou-vos a verdade que tenho cá dentro, testemunho do Amor mais incondicional e revolucionário que conheço. E prometo também não vos massacrar demasiado com a minha guitarra desafinada e a minha voz de cantora pimba. Ah, como é bom estar de volta à catequese :)

9 comentários:

ouvirdizer disse...

E eu a pensar: ai que o Matias foi pai... e depois: onde é que ela vai por uma dúzia de cachorrinhos?
Por fim: ah, voltou a dar catequese... Ahahahahahah
Voltaram a convidar-me, mas ainda não é o ano. Não consigo, pá, é muita coisa ao mesmo tempo... Talvez quando eles forem para a faculdade e a minha agenda não tiver: futebol à terça, natação à quarta, piano à quinta e flauta à sexta... Sim, ainda tenho a segunda, que é para passar a ferro. Ahahahahahah

Sei que te vai fazer bem! Que bom!

disse...

Por hora só tenho o do meio na catequese. A mais velha já fez o Crisma, no mesmo dia do batizado da mais nova :)
Só vamos deixar de ter Domingos de manhã dedicados à catequese daqui a muitos anos :D
Gralha massacra-os com a guitarra que eles gostam!

margarida disse...

Que giro!
Também dei catequese no meu 11º e 12º ano. Entretanto estou numa fase de crise espiritual, há valores da igreja que chocam com os meus, mas isso não interessa para aqui.
Tu és bem mais fixe que eu, nem sei cantar. Boa catequese! (dás aos do 1º ano?)

Melissinha disse...

cantas o dominique nique nique? Se cantares, vou.

gralha disse...

Melissinha: O que é o dominique nique nique?

margarida: valores em choque é o pão nosso de cada dia, faço o que posso e não me calo! Dou aos do 4º ano (9 anos)

Té: o truque da guitarra é só para os obrigar a cantar mais alto que eu, para não me ouvirem :)

ouvirdizer: tu e o teu fetiche com o ferro de engomar :P

ouvirdizer disse...

Eu já só falo no ferro pq sei que gostas, ahahahahah!

Eu não canto nada bem, mas nadinha. Tinha um CD muito fixe para a catequese e emprestei-o a um padre que esteve cá. Ora, o padre veio, casou uma amiga minha, gamou-me o CD e desapareceu, consta que se apaixonou no encontro de jovens em Roma, há uns anos. A minha amiga nem sabe se o casamento dela é verdadeiro, ahahahah, mas o que me custa é o CD! Ahahahahahah

Julieta disse...

Curioso... já leio este blog há algum tempo e nunca te imaginei católica, quanto mais catequista! Mas também não faço ideia porquê.

gralha disse...

Julieta, não sei se isso é bom, se é mau, ou se não tem significado nenhum especial. Mas já várias vezes aqui falei da minha Fé.

Julieta disse...

Não é bom nem mau...é apenas um facto, sem nenhum significado especial. E pelos vistos não tenho andado assim tão atenta e assídua.