30 abril 2012

uma menina muito caseirinha

Até descobrir que gostava de me mexer (17 anos, portanto), era difícil arrancar-me de casa e dos meus livros. Mas depois aprendi que nem sempre é Inverno e pode saber muito bem andar a levar com o céu na cabeça e o cheiro da relva, do mar, do que quer que venha com o vento. De modo que arrumei um tempo para a casa e outro para sair, que agora me faz muita falta.
Isto para me queixar (claro) que já não posso ver as minhas paredes de 3 metros de altura, que tanto trabalho nos deram a pintar. O meu bebé tem estado doente nos últimos 3 fins-de-semana, o tempo tem estado esta miséria, e não tenho sequer com quem sair para festejar o bicampeonato. Já fiz todos os bolos, experimentei todas as receitas, actualizei todos os textos, vi todas as séries, montei todos os Legos, pintei todas as unhas e cosi todas as joelheiras para esta estação. Agora estava mais numa de ir a Sintra, a Cascais, ao Meco, à Costa, caramba, ao jardim da Gulbenkian, que já estou em Portugal há 7 meses e meio e não há meio de sair do mesmo raio de 5 km. OK? OK.

4 comentários:

triss disse...

A partir do fds a temperatura vai aumentar e muito. E diz que no domingo não chove, boa não? :-)

Melissinha disse...

NÃO PODE SER, GRALHA!
Vem cá a Parede beber café.

gralha disse...

Melissa, um dia que vá para os teus lados logo cobro esse café - nem que seja para conhecer o vosso maravilhoso Pingo Doce :)

Luna disse...

olha já estão dar boas noticias, toca arejar os putos agradecem, ai Meco come lá peixe tão bom!
bjos