24 novembro 2006

dondoca

Não sei se já repararam no dia tão agradável que está hoje? Com esta ventania toda a bater na janela, fiquei tão bem disposta que resolvi ir fazer análises (por falar nisso, sou só eu que gostava de levar vacinas quando era pequena porque dava direito a uma carteirinha de cromos? E arrancar dentes, então? Ganhava uma caderneta novinha! Espero que os meus filhos sejam assim fáceis de subornar).
Bem, o que interessa é que a minha vida se tornou agora muito mais fácil. A minha querida Mamã resolveu ceder-nos, duas vezes por semana, os serviços da senhora que faz as limpezas lá em casa, a nossa querida G. Ou seja, finalmente vou andar com a roupa passada decentemente e a casa bastante mais limpa sem que tenha de me cansar tanto. Os cães também ficaram delirantes com a mudança: mais uma pessoa a quem pedir mimo e brincadeira quando chega lá a casa. Mais alguém para eles seguirem para todo o lado, para lhe atrapalharem o trabalho e para fazerem tropeçar. Pobre G. Obrigada Mãe!

6 comentários:

Rita disse...

Ena, ena... uma ajudinha extra... nada mau!!! Se os teus cães forem como a minha cadela, andam o dia inteiro a pedir festas e com os bonecos atrás da senhora que me dá uma ajuda nas limpezas!
Não te considero, porém, dondoca, pelo contrário... as mulheres de hoje têm muito mais ocupações e encargos, uma ajudinha extra e as tarefas partilhadas são fundamentais!!!
ps: os teus cães tb te desarrumam tanto a casa? :-)

Ana disse...

que bom que deve saber!!! Qual dondoca qual carapuça... tenho a certeza que isso de estar grávida tem de ter os seus privilégios!!! beijokas

Sara MM disse...

sabe mesmo bem ter uma ajudinha assim, né!??!

A querida MiCá da minha mãe nao pode cá vir, porque eu "fugi pra longe"...

Mas tenho uma Dona Rosa que é uma maravilha :o)
Pena o Boy ser forreta e ela só vir 3h por semana :o(


Bjss

Anónimo disse...

As mães são sempre umas lindas :)))

Anónimo disse...

Eu também agradeço muito à minha D. Rosinha pela dedicação e aprumo na hora de limpar a casa e passar a roupa a ferro! Bendita Rosa!

Anónimo disse...

que grande ajuda, a da mamã, não é..
bjnho