21 novembro 2010

os vizinhos dinamarqueses

O novo ano lectivo trouxe nova população a Princeton e, entre ela, está a família de Grand Danois que veio mesmo para o nosso lado. Pais louros, rapazinho louro, menina bebé loura-translúcida, quase do tamanho do Diogo apesar de só ter 3 meses. São simpáticos, são descontraídos, são cultos e apreciadores da vida. São europeus do Norte, portanto. E estou contente porque temos alguém com quem trocar biscoitos, miúdos, experiências e batalhas de bolas de neve, nos tempos que se aproximam. É exactamente a família que gostava de ter encontrado quando cá cheguei há um ano, orfã de amigos. Mais vale tarde do que nunca :)

5 comentários:

Branco e Negro disse...

Que bom :) A prova de que as coisas boas também acontecem em contextos inusitados.

Vera Dias António disse...

Como é que se escreve "ip, ip, urra"?!!! não é assim, pois não?!!! Pronto, já percebese a ideia! :)

Rita disse...

Aproveita!

Costinhas disse...

o maior inconveniente será sentires algumas dores no pescoço, mas fora isso parece-me que vai ser excelente.

:p

Sara MM disse...

Que bom!!!! É mesmo à Americano, essa troca de "coisas" com os vizinhos :o)
Afinal há coisas boas!!! :o)


BJss